um jardim a céu aberto

Um Jardim a céu aberto

“Um jardim a céu aberto” é uma instalação que propõe a criação de um espaço contido no meio de uma praça.

Trata-se de um espaço cúbico, ou cabana, onde as paredes são feitas com canas. O espaço que este cubo/cabana contém só pode ser acedido visualmente, espreitando entre as canas. O tecto está a céu aberto e não tem entrada. O interior é habitado por um conjunto de plantas e de objectos caídos em desuso ou que o seu novo uso passou a contentor de vida. Cada lata velha, bule, tanque, motor ou panela passam a ser contentores de terra para plantas que vão florescer sem poderem ser colhidas ou tocadas.

Quem passa na praça vai poder espreitar e acompanhar o crescimento destas plantas. Uma valorização do espaço interior e da curiosidade de quem se atreve a olhar.

Esta obra surge de uma residência artística em Angra do Heroísmo, Ilha Terceira nos Açores. O acolhimento foi feito pela Re.Function e a peça foi concebida para integrar o roteiro do Angra Public Art Meeting. Apresentada numa das praças, onde o conjunto arquitectónico foi considerado Património Mundial pela UNESCO, o Alto das Covas.

É uma obra de carácter efémero que dialoga no espaço público com aquilo que se preservará na procura da perenidade.

Advertisements